São João Câncio - 23/12

São João Câncio

Neste dia lembramos de São João Câncio, nascido em Kety, na diocese de Cracóvia, Polônia, em 1390;

Primeiramente, estudou na Cracóvia e logo depois, foi ordenado sacerdote.

Durante muitos anos, foi professor da Universidade de Cracóvia; depois, foi pároco de Ilkus.

À fé que ensinava, uniu grandes virtudes, sobretudo, a piedade e a caridade para com o próximo.

Tornando-se um modelo insigne para seus colegas e discípulos.

Enquanto nas regiões vizinhas pululavam as heresias e os cismas, o bem-aventurado João ensinava na Universidade de Cracóvia a doutrina haurida da mais pura fonte.

Explicava ao povo com muito empenho, em seus sermões, o caminho da santidade.

Confirmando, assim, a pregação com o exemplo da sua humildade, castidade, misericórdia, penitência.

Além, de todas as outras virtudes próprias de um santo sacerdote e de um zeloso ministro do Senhor.

Ao longo do dia, uma vez cumprido o seu dever de ensinar, dirigia-se diretamente à igreja.

Onde durante muito tempo, se entregava à oração e à contemplação diante de Cristo na Eucaristia.

Na qualidade de preceptor dos príncipes da Casa real polonesa, às vezes não podia se subtrair à participação de alguma festa mundana.

Um dia se apresentou a um banquete com roupas humildes e um doméstico o pôs porta afora.

João foi se trocar e voltou ao lugar onde se dava a recepção.

Desta vez pôde entrar, mas durante o almoço um servente desastrado esvaziou um copo nas suas vestes.

João sorriu afirmando:

“Está certo que também a minha roupa tenha a sua parte, foi graças a ela que pude entrar aqui”.

Tanto nas pequenas como nas grandes adversidades, João teve sempre em mente algo de bem superior ao prestígio, à carreira e ao bem-estar materiais: “Mais para o alto!” repetia sempre. Em todas as circunstâncias, só tinha Deus no seu coração, só tinha Deus na sua boca.

Durante uma de suas peregrinações a Roma, a diligência em que viajava foi assaltada e depredada por um grupo de bandidos, que infestavam os arredores de Roma.

Também João foi roubado mas percebendo que no fundo de um bolso tinha ficado uma moeda de prata, correu atrás dos bandidos, dizendo:

“Vocês esqueceram esta”.

O biógrafo, que conta o episódio, afirma que os bandidos, comovidos, restituíram todo o dinheiro do assalto.

Morreu em Cracóvia, com a idade de oitenta e três anos, no ano de 1473.
São João Câncio, rogai por nós!

Fonte: Canção Nova
http://santo.cancaonova.com/santo/sao-joao-cancio/

Clique aqui e veja a oração à São João Câncio

Deixe uma resposta