Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus - 09/07

Santa Paulina

A Igreja recorda neste dia 9 de julho a memória litúrgica de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, a primeira santa do Brasil.

Antes de tudo, chamava-se, Amábile Lucia Visintainer, nasceu em Trento (norte da Itália) em 16 de dezembro de 1865.

Seus pais Napoleão e Ana eram cristãos devotos, mas muito pobres.

Foi, portanto, esta precária situação econômica que motivou a família da santa a emigrar para o Brasil em 1875.

Os Visintainer, então, se estabeleceram no estado de Santa Catarina, em uma comunidade italiana chamada Nova Trento.

Logo após sua chegada, Amábile conheceu Virginia Rosa Nicoldi e ambas se tornaram melhores amigas.

Compartilhavam o mesmo amor por Cristo e assim, sempre rezavam juntas fervorosamente.

Até fizeram a primeira comunhão ao mesmo tempo, quando tinham 12 anos.

Durante sua adolescência, a jovem começou a participar do apostolado paroquial dando catequese para as crianças, cuidando dos doentes e idosos, e até mesmo a limpando a igreja.

Amábile se dedicava a estes trabalhos de corpo e alma e, dessa forma, sem que ela suspeitasse, dilapidaram sua vocação para a vida religiosa.

Com a permissão de seu pai, a santa construiu uma pequena casa, em terreno doado por um barão, onde ia rezar, recebia os enfermos e ensinava as crianças.

Sua primeira paciente, por exemplo, foi uma mulher com câncer terminal e que não tinha ninguém para cuidar dela.

O dia 12 de julho de 1890 é considerado a data de fundação da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição.

A primeira congregação feminina fundada no país, que começou com o trabalho de Amábile e Virginia na pequena cabana.

Naquele mesmo ano, as duas amigas e outra jovem fizeram seus votos religiosos.

Amábile mudou seu nome para Paulina do Coração Agonizante de Jesus e, logo depois, foi nomeada superiora.

O apostolado das irmãs atraiu muitas vocações.

Além de suas obras de caridade, por exemplo, também tinham uma pequena indústria de seda para superar as dificuldades econômicas.

Em 1903, Paulina foi convidada a se mudar para São Paulo.

Estabeleceu-se no bairro do Ipiranga, onde fundou a obra “Sagrada Família” para acolher os ex-escravos e seus filhos.

Em 1918, a igreja brasileira deu reconhecimento a suas virtudes por seu exemplo vocacional.

Em 1938, no entanto, contraiu diabetes e seu calvário começou.

Tiveram que amputar o seu braço direito e chegou a ficar cega.

Por fim, Madre Paulina morreu piedosamente em 9 de julho de 1942.

Ela foi beatificada em 1991 pelo Papa João Paulo II durante sua visita ao Brasil e canonizada em 2002.

Na oração litúrgica da Igreja é pedido a Deus para nós fiéis a virtude do serviço, motivado pelo amor, a qual mais brilhou no coração da virgem Paulina do Coração Agonizante de Jesus.
Santa Paulina, rogai por nós!

Fonte: ACI Digital
https://www.acidigital.com/noticias/hoje-e-celebrada-santa-paulina-a-primeira-santa-do-brasil-67476

Clique aqui e veja a oração à Santa Paulina

Deixe uma resposta