Santa Pelágia - 08/10

Santa Pelágia
Pelágia era uma bailarina belíssima, escandalosa, muito divertida, festiva e pagã.

Costumava encantar e seduzir os homens com sua dança, alegria, roupas, jóias e outros ornamentos luxuosos.

Tornou-se uma das figuras mais conhecidas da vida mundana e social de Antioquia e adquiriu grande riqueza.

De acordo com a história, durante uma procissão, o Bispo Nono percebeu a presença de Pelágia entre o povo, numa atitude desinteressada e debochada.

Iluminado por Deus o sábio bispo disse a multidão que se uma simples mulher era capaz de enfeitar-se tanto para os homens, quanto mais deveríamos nós enfeitarmos nosso interior para o encontro com Deus.

Aquela observação tocou o coração da bailarina pagã.

Ela foi para casa refletindo sobre as palavras do sermão e ali chorou de arrependimento a noite toda.

No dia seguinte procurou o Bispo, que a enviou à uma senhora cristã, para ser preparada para o Batismo.

Trocou as roupas e adereços de seda e ouro por uma túnica branca para ser batizada.

Depois disso retirou-se para Jerusalém, para viver como eremita, numa gruta, no Monte das Oliveiras.

Viveu afastada de todos e conservou sua identidade sob segredo, vivendo o resto da vida disfarçada de homem.

Somente quando morreu, os ermitãos descobriram que era uma mulher.

Foi então que reconheceram tratar-se da bailariana da Antioquia, agora uma simples penitente arrependida, que se anulara do mundo, no seguimento do Cristo.
Santa Pelágia, rogai por nós!

Fonte: A12 Santuário Nacional
http://www.a12.com/santuario-nacional/santuario-virtual/santo-do-dia/08/10

Clique aqui e veja a oração à Santa Pelágia

Deixe uma resposta

Fechar Menu