O Pároco

Pe. Adenilson celebra primeira missa na Catedral como novo pároco.


Padre Adenilson celebrou na noite deste domingo (07/06) sua primeira missa na Catedral como pároco. Sua posse foi na missa das 11h30.

Ao final da missa Pe. Adenilson fez uma breve apresentação e disse saber que Pe. Jac conquistou um lugar especial e eterno no coração dos paroquianos, nos 25 anos que esteve à frente da paróquia, mas pediu um lugarzinho no coração de todos para que juntos possamos continuar realizando os trabalhos na paróquia.

 

**************************************************************************

Padre Adenilson toma posse como pároco da Catedral

Texto: http://www.diocesepetropolis.org.br
 
Com missa presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB, na Catedral de Petrópolis, às 11h30, o Padre Adenilson Silva Ferreira tomou posse como Pároco da Paróquia São Pedro de Alcântara, no dia 7 de junho. A Catedral estava lotada com fiéis das paróquias São José do Itamarati e Santo Antônio do Alto da Serra, sendo que a maioria eram fiéis da nova paróquia do Padre Adenilson.
 
A missa contou ainda com a presença dos padres Moises Fragoso, vigário paroquial da Catedral, Monsenhor Paulo Daher, Vigário Geral da Diocese, Padre Manoel Gouvêa, vice-reitor do Seminário Diocesano, Padre Nerel Quirino, pároco de Santo Tomás de Aquino e decano do Decanato São Pedro de Alcântara, Padre Pedro Paulo, reitor da UCP. A missa também teve a participação dos diáconos Leonardo Santos, Sérgio, Francisco e Marco Carvalho, além dos familiares do Padre Adenilson.
 
Em sua homilia, Dom Gregório Paixão agradeceu todo trabalho realizado pelo Padre José Augusto Carneiro (Pe. Jac) e pelo seu testemunho junto aos fiéis da Paróquia da Catedral. O bispo ressaltou ainda que “uma das características dos santos é a obediência”, frisando que Padre Jac desde o primeiro momento em que foi comunicado da mudança colocou-se totalmente a disposição.Para o bispo, a Catedral viveu um momento histórico, pois o seu nono pároco, Padre Adenilson estava sentado ao lado de dois ex-párocos da Paróquia São Pedro de Alcântar – Padre Jac e Monsenhor Paulo Daher – que segundo o bispo realizaram um grande trabalho em benefício do povo de Deus. Dom Gregório lembrou ainda a história do Padre Teodoro, primeiro pároco, mais da antiga igreja, morto no dia 22 de fevereiro de 1925, que após um discurso inflamado pedindo ajuda para terminar a obra da Catedral, sofreu um enfarto, morrendo na frente do povo, dentro da Igreja. Nove meses depois a Catedral estava sendo inaugurada. Ao final da missa, depois de ouvir as palavras da comunidade de acolhimento, Padre Adenilson fez o seu agradecimento, manifestando o desejo de dar continuidade aos trabalhos realizados pelos seus antecessores. Padre Adenilson agradeceu a confiança do bispo por dar a ele mais esta missão.

 

 Veja mais fotos da posse do Pe. Adenilson! Clique e Visite ==>  Pascom - Catedral São Pedro de Alcântara

Veja as suas fotos e compartilhe com os amigos!


Pe Jac celebra última missa na Comunidade de Nossa Senhora do Carmo

No último sábado (06/06) Pe. Jac celebrou a última missa na Comunidade de Nossa Senhora do Carmo no Atílio Marotti. No final da missa, Pe. Jac recebeu da Comunidade, um CD com fotos dos vários momentos dele com os paroquianos durante os 25 anos que esteve à frente da Paróquia da Catedral.

A paroquiana e moradora da Comunidade, Tania Alves leu uma mensagem emocionante, escrita pelo seu filho Mateus Alves (afilhado do Pe. Jac). Leia abaixo a mensagem na íntegra.

 

E no domingo (07/06) foi a vez da Comunidade de Nossa Senhora das Graças assistir à última missa do Pe. Jac. Ao final todos cumprimentaram o padre e o presentearam com uma belíssima casula.

Pe. Jac esteve à frente da Paróquia da Catedral por 25 anos. No dia 28/06, ele assume uma nova missão como pároco da Paroquia de Santo Antonio e Santo Agostinho em Nogueira.

Obrigado Pe. Jac, por esses 25 anos de dedicação à paróquia da Catedral e aos seus paroquianos. Que Deus o abençoe em sua nova missão.

 

Mensagem de Mateus Alves em homenagem ao Pe. Jac

Bom para começar a falar de uma pessoa tão importante, tão presente em minha vida e na minha caminhada na fé, posso começar bem pelo iniciozinho da vida mesmo.
O primeiro contato e o primeiro sacramento que é o do Batismo lá o senhor estava, me batizando. E assim começa toda uma trajetória e caminhada. Quando ainda novo aprontei algumas peças no meio da missa com o senhor. Eu não lembro de nada disso, mas o senhor já me contou muito isso, e minha mãe também.  Como da vez que levantei a sua batina, ou da vez que bati o sino num momento não muito propicio para essa atitude, certo padre?
Mas esse menino cresceu e deixou de aprontar essas coisas, aí veio um momento de outros dois sacramentos muito importantes, a Confissão e a Primeira Eucaristia, que também nesses o senhor estava presente. Logo depois disso me tornei coroinha, e ajudei em muitas missas ao lado do senhor no altar. Depois desse tempo de coroinha veio um outro momento muito importante em minha vida, aonde eu me encontrei de uma forma muito grande com o Dom que Deus me deu, o dom da música.  No dia 16 de novembro de 2008 eu toquei pela primeira vez em uma missa que foi às 09:30hs na catedral e com o senhor celebrando.
Então aí começou tudo, o senhor arrumou um ótimo lugar para que eu pudesse estudar e aprimorar mais esse meu dom, então em 2009 eu entrei na Escola de Música da UCP, e foi o senhor quem cuidou de tudo para que eu entrasse e permanecesse por lá estudando.
E foram acontecendo coisas em minha vida, então chegou a hora de me crismar, aonde o senhor também estava, mas dessa vez ao meu lado como padrinho.
Então tudo continuou a passar até chegar no dia em que estamos, graças a Deus e a todos que acreditaram em mim e que lutaram para que chegasse até aqui, o senhor foi um dos colaboradores e responsáveis por isso tudo que aconteceu em minha vida. E depois de toda essa formação acadêmica, eu hoje dou aula de música, trabalho em um site de cifras e toco em alguns eventos. E na minha parte religiosa eu coordeno o EAC, participo do grupo de música da paróquia, sou um semeador que trabalhei nas duas últimas Sementes e hoje mesmo desde de quarta feira estou trabalhando no Joam diocesano.
E para encerar quero citar primeiro uma coisa que aconteceu. Enquanto eu escrevia esta mensagem e lembrava de todos esses momentos, o senhor me ligou por engano, ou por vontade de Deus. E agora encerrando o mínimo que posso fazer é dizer um muito obrigado, desculpa por não poder estar aí neste momento e um abraço que isso minha mãe pode fazer por mim.

Muito Obrigado por tudo Padre Jac, que Deus sempre o abençoe.
Um Abraço, de seu afilhado Mateus.

Veja todas as fotos da homenagem ao Pe. Jac! Clique e Visite ==>  Pascom - Catedral São Pedro de Alcântara

Veja as suas fotos e compartilhe com os amigos!

********************************************************************************************

ECC faz merecida homenagem a Padre Jac - 02/06

Clarice Boechat

Antes de assumir as atividades sacerdotais em sua nova paróquia de Nogueira, padre Jac (José Augusto Carneiro) recebeu emocionante homenagem dos membros do Encontro de Casais com Cristo da Catedral, que lotaram a igreja nesta última terça-feira (02/06).

Durante a reunião semanal do ECC, o pároco foi surpreendido com demonstrações de carinho e reconhecimento por todo o trabalho que liderou na paróquia nos últimos 25 anos.

Os filhos dos casais encontreiros, em sua maioria crianças entre 2 e 12 anos de idade, encenaram os diversos feitos de padre Jac, neste período. A homenagem começou relembrando sua chegada à Catedral de São Pedro de Alcântara, em 1990, quando foi designado por Dom Veloso.

Mereceram destaque os esforços do padre para promover o fortalecimento espiritual e a integração de todas as comunidades que compõem a paróquia e o próprio ECC. Graças a esse trabalho, atualmente, 12 pastorais trabalham a pleno vapor, proporcionando a todos os paroquianos oportunidades para a prática e desenvolvimento de sua fé.

Como comunicador e também diretor espiritual da Rádio Imperial, foi lembrado o empenho de padre Jac para gravar a identidade católica que hoje possui o mais importante veículo de comunicação da diocese.

Sua habilidade para levantar fundos para causas nobres ficou evidente na representação dos eventos Personalidades Petropolitanas, Mulheres de Ouro, Festa do Padroeiro, Chás Beneficentes, Sábado Solidário e Jantar dos Amigos da Rádio Imperial, responsáveis por custear as obras sociais da Catedral e auxiliar diversas instituições de caridade do município. Todos esses eventos criados por padre Jac.

Além dessas inovações, foram retratados o Presépio da Catedral, as melhorias no prédio da igreja, as reformas e ampliações das escolas paroquiais do Quarteirão Brasileiro e Atílio Marotti, a Passeata da Ressurreição, a Festa de Pentecostes, o Jornal da Catedral, o Clubinho e o Movimento Semente.

Convidado especial, o artista André Gross, explicou porque grafitou no muro da Escola Municipal Odete Fonseca, no Quitadinha, dentre os diversos pontos turísticos de nossa cidade, a imagem do pároco que mais tempo trabalhou na Catedral de São Pedro de Alcântara, o padre Jac: “Quis fazer uma homenagem a ele, afinal, pensar no padre Jac é pensar imediatamente na Catedral e este é um dos principais pontos turísticos da cidade”.

Na mesma noite, o maestro Marco Aurélio Lischt, do coral Canarinhos de Petrópolis, realizou o desejo do padre Jac de ouvir no órgão da igreja a execução da trilha principal da peça o Fantasma da Ópera. “Este foi sem dúvida o momento mais emocionante da homenagem. Todos ficaram maravilhados”, revelou Alice Kulberg, membro do ECC.
Muito emocionado, o padre ainda participou de uma procissão com velas ao som de “Amigos para Sempre”, cantada por todos os presentes.
No salão paroquial, foi presenteado com um álbum de família, contendo fotos de diversos momentos em que esteve presente na vida dos paroquianos, e uma bela festa, que contou a presença de cerca de 200 pessoas.

Em breve e emocionado discurso, padre Jac agradeceu todo o carinho recebido e pediu a todos que se mantivessem unidos para o bem da paróquia e em apoio irrestrito ao padre Adenilson, que o sucederá.
A organização do evento contou com a participação de diversos integrantes do ECC e fechou com chave de ouro o duradouro e frutífero período de direção espiritual a cargo do padre Jac na paróquia de São Pedro de Alcântara.

Veja mais fotos da homenagem do ECC ao Pe. Jac! Clique e Visite ==>  Pascom - Catedral São Pedro de Alcântara

Veja as suas fotos e compartilhe com os amigos!

********************************************************************************************

ÚLTIMA MISSA DOMINICAL (31/05)

Aconteceu neste domingo 31/05, a última missa dominical do Pe. Jac como pároco da Catedral. A missa das 18h30 estava lotada de amigos e parentes que vieram dar seu abraço e demonstrar seu carinho pelo nosso pároco. Ao final da missa Pe. Jac descerrou uma placa de bronze em comemoração aos 25 anos de paroquiato e recebeu homenagens do Movimento Semente, do Deputado Bernardo Rossi, do Lions, da Legião de Maria e da Prefeitura Municipal de Petrópolis. Antes da bênção final, Pe. Moisés pediu que todos os presentes rezassem a Consagração à Nossa Senhora pelo Pe. Jac. Ao final da missa, Pe. Jac recebeu abraços dos presentes.

Veja aqui na íntegra a mensagem de agradecimento ao Pe. Jac que foi lida ao final da Missa.

No próximo domingo dia 07/06, Pe. Adenilson assume como o novo pároco e no dia 28/06 Pe. Jac assume como pároco da Paróquia de Santo Antonio e Santo Agostinho em Nogueira.

Veja mais fotos da homenagem ao Pe. Jac! Clique e Visite ==>  Pascom - Catedral São Pedro de Alcântara

Veja as suas fotos e compartilhe com os amigos!

********************************************************************************************

HOMENAGEM DA ESCOLA PAROQUIAL N.Sra. DO CARMO (26/05)

A Escola Paroquial Nossa Senhora do Carmo no Atílio Marotti, fez uma bonita homenagem ao Pe. Jac, na manhã desta terça-feira 26/05. A equipe, liderada pela Diretora Maria Lúcia Garrido Gabrich recordou momentos que marcaram os 25 anos do Pe. Jac à frente da Paróquia da Catedral. Na presença dos pais dos alunos, Pe. Jac recebeu homenagens das crianças, ganhou presentes e lembranças. Na "Palavra do Pároco" de hoje, Pe. Jac agradeceu à homenagem dizendo:

" Obrigado Senhor, obrigado Igreja que me concedeu o ministério sacerdotal, obrigado povo da Paróquia da Catedral de São Pedro de Alcântara e hoje, de modo especial, obrigado Escola Paroquial Nossa Senhora do Carmo. Que as alegrias que hoje me proporcionaram sejam convertidas em muitas bênçãos de Deus para todos vocês."

Veja mais fotos da homenagem ao Pe. Jac! Clique e Visite ==>  Pascom - Catedral São Pedro de Alcântara

  Veja as suas fotos e compartilhe com os amigos!

********************************************************************************************

 

Pe. Jac - 25 anos à frente da Paróquia da Catedral São Pedro de Alcântara

Neste ano, Pe. Jac completa 25 anos à frente da Paróquia da Catedral. Exatamente no dia 18 de fevereiro de 1990, assumia como o pároco da Catedral de São Pedro de Alcântara. Nenhum outro padre ficou tanto tempo nesta paróquia e as homenagens têm sido diversas.

Na última terça-feira 12/05, Pe. Jac celebrou a Missa das Mães para o ECC - Catedral e logo após, Salão Paroquial, durante o lanche todos queriam tirar fotos com seu Pároco.

Na quinta-feira 14/05, Pe. Jac recebeu uma placa do Lions Clube parabenizando-o pelos serviços prestados como Pároco da Catedral e no sábado dia 16/05, Pe. Jac foi homenageado pelo Lions Clube recebendo o prêmio na categoria humanitária, graças aos trabalhos sociais que coordena. Neste evento, ele discursou em nome de todos os homenageados e disse da responsabilidade que sente em receber um prêmio, pois sente que agora precisa trabalhar ainda mais.

Veja todas as fotos da Homenagem ao Pe. Jac, Clique e Visite ==>  Pascom - Catedral São Pedro de Alcântara

 ****************************************************************************************************************************

04/08 Dia do Padre: Conheça a história do nosso Pároco Padre Jac.

Fonte: Tribuna de Petrópolis (http://www.e-tribuna.com.br/)

No dia 4 de agosto, é comemorado o Dia do Padre e para falar sobre o assunto nada melhor do que comentar sobre um dos sacerdotes mais populares de Petrópolis, o Padre Jac. Atualmente, ele é responsável e pároco na Catedral São Pedro de Alcântara, mas muitos não sabem que ele completa este ano 30 anos de sacerdócio. Para a Igreja Católica, o padre entende o chamado para ser um servo de Deus, um sacerdote, um pai (padre) à semelhança de Cristo que amou e deu sua vida ao povo pobre, simples e marginalizado. Que nunca deve hesitar e tudo aceitar, confia e acredita em Deus e na sua providência, e caminha seguro para a missão que lhe é designada. É o padre, que através do Evangelho, leva os homens a Deus pela conversão da fé em Cristo. Por isso, são pessoas que nascem com esse dom e logo cedo, ou no momento oportuno, ouvem o chamado de Deus para se consagrar a servir à comunidade, segundo a doutrina.

O Padre Jac, que é a abreviação de José Augusto Carneiro, não é natural de Petrópolis, nasceu em 27 de dezembro de 1947 em Bemposta, que é um dos distritos de Três Rios. Veio para a cidade de Pedro aos três anos de idade e desde pequeno é grande liderança no Carangola, bairro onde morava.

“Aos oito ou nove anos eu já participava de todas as atividades na igreja do bairro. Sempre fui muito interessado pelo assunto. Porém, uma vez, quando estudava na escola que tinha o nome de 'Gratuita Santo Antônio', a Irmã Leônia, que era nossa professora e fazia parte da Congregação das Irmãs Franciscanas do Sagrado Coração de Jesus, me disse que eu seria padre”, contou o pároco, finalizando que no momento “os anjos disseram amém”.

Padre Jac ocupou vários cargos, inclusive, a presidência por dois anos da Associação Petropolitana de Estudantes (APE). Atuou em vários jornais como colunista, de rádio, clubes e promoções. De 1971 a 1979 trabalhou na Rádio Imperial de Petrópolis quando ela pertencia ao Sistema Globo de Rádio. Foi redator, apresentador de programas, destacando-se a ‘Super Gincana Jovem Imperial’ e organizador de eventos como “Festival de Teatro Infantil”, entre diversos outros. A pedido do pintor internacional residente em Petrópolis na época, Win Van Dijk, iniciou a festa Personalidades Petropolitanas, que realizou até 1978.

Em 03 de março de 1979, depois de atuar por vários anos na formação da juventude católica, fundando o Movimento Semente, deixou a vida profissional e ingressou no Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino para a formação sacerdotal. Cursou Filosofia no Seminário de Corrêas e Teologia na Escola Teológica do Mosteiro de São Bento, no Rio de Janeiro.

Foi ordenado diácono em 27 de dezembro de 1983 por Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra e sacerdote em 09 de dezembro de 1984 por Dom José Fernandes Veloso. Em dezembro deste ano completa os 30 anos de sacerdócio.

Já como padre assumiu a direção da Revista Ação, órgão oficial da Diocese de Petrópolis. De 1985 a 1990 atuou como pároco da Paróquia da Imaculada Conceição de Bemposta e desde 18 de fevereiro de 1990 é o pároco da Catedral de São Pedro de Alcântara.

De 1986 a 2006 foi professor de Ciências Moraes e Religiosas e Introdução à Teologia na Universidade Católica de Petrópolis, onde também dirigiu a Rádio UCP-FM.

Em 14 de maio de 1999 assumiu a Direção Geral da Rádio Imperial de Petrópolis–AM, onde preservando a identidade Católica da Emissora, entretanto mantendo a Rádio aberta a toda a comunidade petropolitana, apresentou o programa Plantão da Solidariedade, que divulga entidades que trabalham pelo bem comum e realiza campanhas filantrópicas como o Sábado Solidário e Inverno com mais calor humano, além dos eventos anuais Tudo nos Fala das Mães e Meu Pai, Meu Exemplo.

Em 1991, já como pároco da Catedral, retomou a realização da festa “Personalidades Petropolitanas” que manteve até 2007. Em 2012 voltou a realizar a festa.

Em 1971 recebeu o título de Cidadão Petropolitano pela Câmara Municipal de Petrópolis através do vereador Paulo de Souza Ribeiro. Recebeu do Rotary Cidade Imperial, onde atuou por mais de dez anos, o título de Sócio Benemérito e Sócio Honorário. Recebeu da Alerj a Medalha Tiradentes por indicação do Deputado Marcus Vinicius (Neskau).

Hoje ainda trabalha em projetos, principalmente para a juventude como, por exemplo, as “Tardes Solidárias”, que são realizadas na última sexta-feira de cada mês. A última que aconteceu, na semana passada (25/07), conseguiu arrecadar mais de R$ 1.200 que foram encaminhados para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Petrópolis. Cada tarde uma instituição é beneficiada.

“O dom de levar a palavra de Deus para todos é recompensado. Aqui na Catedral precisamos ter muito jogo de cintura porque recebemos pessoas de diversos lugares e culturas. Mas é sempre uma experiência abençoada”, contou o pároco.

Para ele, uma das experiências mais emocionantes que passou à frente da Catedral foi a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), quando recebeu vários jovens de diversos países.

Ariane Nascimento
Redação Tribuna
Fonte: Matéria publicada na Tribuna de Petrópolis - Edição 01/08/2014 (http://www.e-tribuna.com.br/)